1 de December de 2021

NOTICIAS

Abre o Festival Documentário Hot Docs no Canadá

Abre o Festival Documentário Hot Docs no Canadá

Ottawa, 29 de abr (Prensa Latina) O Toronto Hot Docs Festival abre hoje um tour pela produção documental contemporânea a partir da exibição do filme canadense A.rtificial I.mmortality, da diretora Ann Shin.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O filme que encabeça um painel de 219 filmes, constitui um convite à investigação dos segredos das tecnologias, inteligência artificial, robótica e biotecnologia; e imaginar os destinos possíveis da humanidade marcados pela crescente onda digital.

Convidados especiais, presenciais e virtuais, vão discutir na abertura do evento, marcada até o dia 9 de maio, as questões colocadas pelo material relacionado às relações entre as pessoas e os androides, bem como aquela ideia latente de buscando a imortalidade.

Com uma abertura voltada para o diálogo sobre a ciência, em um contexto em que as plataformas virtuais têm sido essenciais para o enfrentamento da pandemia Covid-19, o festival aproxima o espectador de diferentes realidades da América Latina e do mundo.

Nesse sentido, destacam-se os filmes da seção Made In Colombia, que inclui os documentários, Do outro lado, do diretor Iván Guarnizo; Entre o fogo e a água, de Viviana Gómez e Anton Wenzel; A Opção Zero, de Marcel Beltrán, e Amor rebelde, de Alejandro Bernal.

A seção voltada para a filmografia da nação sul-americana apresenta materiais relacionados a temas como racismo, inclusão, valor da família, culturas indígenas, conflitos bélicos e suas consequências, bem como os corredores migratórios da região, que constituem cenas de morte e crime.

Vindo da região da América Latina, também se destaca o documentário chileno Gaucho Americano, de Nicolás Molina, material que alude aos sacrifícios feitos pelos milhares de viajantes que partem em busca do sonho americano.

Na sua XXVIII edição, o maior evento documental da América do Norte, apresenta de forma equilibrada (50 por cento) filmes dirigidos por mulheres e homens, o que se alia à inclusão de uma programação inovadora que preconiza a mudança e a transgressão do ‘estatuto. quo ‘: Sistemas desativados.

Sob a premissa de refletir sobre a importância do documentário para entender o mundo atual e construir pontes entre diferentes culturas, ordens sociais e políticas, o festival exibirá audiovisuais de mais de 60 países.

msm / lbl / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.