8 de December de 2021

NOTICIAS

Consideram política razão para proibição da vacina russa no Brasil

Consideram política razão para proibição da vacina russa no Brasil

Moscou, 27 abr (Prensa Latina) Os desenvolvedores da vacina russa Sputnik V contra a Covid-19 atribuíram hoje por razões políticas a recusa da Agência Nacional de Inspeção Sanitária do Brasil (Anvisa) em importar o medicamento.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em sua conta no Twitter, os promotores da droga disseram que a proibição de seu registro e uso na nação sul-americana é ‘infelizmente de natureza política e não tem nada a ver com acesso a informações sobre a vacina ou ciência’.

No texto, eles lembraram que em 2020 os Estados Unidos tentaram impedir o Brasil de adquirir a vacina russa como parte dos esforços de Washington para combater a ‘má influência’ russa nos países das Américas.

Nesta segunda-feira, a Anvisa relatou a recusa de permissão para a importação e uso da vacina russa contra o coronavírus SARS CoV-2 no país.

A reunião da agência reguladora durou mais de quatro horas, durante as quais foram apresentadas as conclusões dos especialistas do departamento e suas opiniões sobre a segurança e eficácia do medicamento, informou a agência de notícias TASS.

agp/mml/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.