5 de December de 2021

NOTICIAS

Apontam fracassada estratégia de saúde social do governo uruguaio

Apontam fracassada estratégia de saúde social do governo uruguaio

Montevidéu, 27 abr (Prensa Latina) O senador da Frente Ampla do Uruguai, Daniel Olesker, descreveu hoje a estratégia de saúde, econômica e social do governo nos 400 dias da pandemia da Covid-19 como um fracasso.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Ao analisar a situação aqui, ele mencionou ‘a insignificante contribuição aos setores de baixa renda’ por mês e por pessoa, bem como às pequenas e médias empresas (pymes) em dificuldade.

‘Resumiu em declarações à mídia: ‘Aumento zero no investimento público, novos impostos somente para os trabalhadores públicos, nada para o capital ou riqueza’.

Olesker salientou que ‘desta forma o investimento para apoiar a população foi da ordem de 1,5% do Produto Interno Bruto, o mais baixo da América Latina’, que de 452 milhões de dólares em 2020 foi reduzido para 430 milhões em 2021.

Listou no balanço 100 mil novos pobres, 65 mil com mais de 18 anos, 80 mil no interior do país, 60 mil empregos perdidos, queda do salário real e fechamento de 10 mil picos.

Também disse que o Executivo deixou de lado a maioria das sugestões do Grupo Consultivo Científico Honorário e não tinha um plano para reduzir a interação social, potencialmente propagando o coronavírus SARS CoV-2, causador da doença.

‘A estratégia para enfrentar a pandemia tem sido fraca, tardia e com muita improvisação, sem o apoio de estudos ou provas empíricas’, disse ele.

Aludiu a um crescimento explosivo de casos Covid-19, com uma média de 3.000 casos por dia, mais de 2.000 mortes, perda de controle do nexo epidemiológico e uma taxa de positividade de mais de 20%.

De acordo com suas projeções, sem uma mudança nas políticas econômica, social e de saúde, 2021 terminará com mais pobreza e desigualdade, uma nova redução nos salários e reativação econômica para os poucos privilegiados do capital mais concentrado.

E ‘enquanto o processo de transição da imunização continuar, os custos em vidas da pandemia continuarão’, disse ele.

agp/hr/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.