3 de December de 2021

NOTICIAS

Prisões na França após ataque terrorista na região de Paris

Prisões na França após ataque terrorista na região de Paris

Paris, 24 de abr (Prensa Latina) As autoridades judiciais confirmaram hoje a prisão na França de três pessoas no âmbito das investigações sobre o atentado terrorista de ontem na região de Paris, onde um funcionário administrativo da Polícia foi esfaqueado.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo fontes citadas pela imprensa, sem precisar sua identidade, um dos presos deu as boas-vindas a Jamel G., o tunisiano de 36 anos identificado como o agressor, em sua chegada à França em 2009, morto no local do crime, a entrada de uma delegacia de polícia na cidade de Rambouillet, no departamento norte de Yvelines.

Com o passar das horas, novos detalhes foram surgindo sobre o ato terrorista repudiado pela classe política francesa, ante o qual o presidente Emmanuel Macron prometeu não dar trégua na luta contra o terrorismo islâmico.

Jamel G. trabalhava como motorista de entrega e não tinha registro nos arquivos dos serviços de inteligência, considerando que sua radicalização ocorreu durante o confinamento pela Covid-19.

O Ministério Público Antiterrorista francês assumiu a investigação do assassinato do funcionário administrativo de 49 anos, fatalmente esfaqueado após a frase ‘Allahu akbar’ (Deus é grande), frase de origem religiosa proferida por extremistas durante muitos de seus crimes ações nos últimos anos.

O uso de armas brancas para cometer crimes constitui um modus operandi do Estado Islâmico, sem que até agora se saiba o atentado.

Desde janeiro de 2015, mais de 250 franceses perderam a vida devido a atos terroristas, que também feriram milhares de pessoas.

mem / wmr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.