28 de November de 2021

NOTICIAS

Urgência no Uruguai para restringir a mobilidade devido à Covid-19

Urgência no Uruguai para restringir a mobilidade devido à Covid-19

Montevidéu, 23 de abril (Prensa Latina) A epidemiologista uruguaia Jacqueline Ponzo pediu hoje mais restrições à mobilidade após dias consecutivos de três mil casos positivos de Covid-19 e uma média de 70 mortes relacionadas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Quem está na rua percebe que há muito movimento, o que permite a circulação do vírus SARS-CoV-2, causador da pandemia, alertou o presidente da Confederação Ibero-Americana de Medicina de Família.

Ele também destacou que o sistema nacional de saúde está sob estresse e disse pela televisão que ‘há pessoas que têm indicação de internação para internação, mas há outras que são ainda mais graves para entrar, então são acompanhadas em casa’.

Dos 28.267 pacientes ativos, 514 encontram-se em centros de cuidados intensivos, à beira da saturação, e o Uruguai acumula 2.160 óbitos por Covid-19.

Enquanto isso, a constatada entrada a partir do Brasil da cepa viral P1 no departamento fronteiriço de Rivera mobilizou a Plenária Intersindical de lá para solicitar que as autoridades ‘priorizassem a vida’.

Representantes de diferentes organizações reivindicaram estratégias políticas comuns com o município irmão de Santana do Livramento para reduzir efetivamente a mobilidade social entre os dois territórios binacionais.

Em um lista de reinvidicações assinada, defendiam o aumento dos postos de vacinação, evitando aglomerações no transporte coletivo, repassando recursos à população sem seguro-desemprego, suspensão ou redução de impostos, subsidiando aluguéis, flexibilizando o pagamento de serviços públicos e cestas básicas as populações vulneráveis.

mgt / hr / cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.