2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Temores de terrorismo crescem no norte de Moçambique

Temores de terrorismo crescem no norte de Moçambique

Maputo, 22 abr (Prensa Latina) Especialistas da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) estão avaliando hoje o possível apoio antiterrorista a Moçambique, enquanto os temores estão crescendo na província norte de Cabo Delgado devido à insegurança.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Nas redes sociais, uma suposta advertência está circulando sobre os próximos ataques que seriam dirigidos contra a cidade de Pemba, a capital de Cabo Delgado, embora a polícia tenha descrito o fato como um falso alarme.

Apesar da negação da agência militar, o pânico está instalado na mente de muitos cidadãos, pois desde 2017 a província tem sido submetida a uma espiral de violência, com um número de cerca de 2000 mil mortos e mais de 700 mil deslocados em menos de quatro anos, de acordo com dados das Nações Unidas.

A Comissão Técnica da SADC está encarregada de avaliar as necessidades e o tipo de apoio que o país necessitaria para conter as ações terroristas em Cabo Delgado, a maioria delas atribuídas ao grupo do Estado Islâmico (IS). Os resultados da análise deverão ser apresentados na próxima sessão extraordinária da Tróica dupla da SADC, a ser realizada nos dias 28 e 29 de abril na capital.

Os efeitos do terrorismo também tendem a deteriorar a situação econômica nacional e os investimentos estrangeiros diretos, a julgar por anúncios recentes.

Por exemplo, a empresa petrolífera francesa Total anunciou ontem a suspensão dos contratos com pelo menos duas empresas de construção ligadas ao megaprojeto de extração e processamento de gás natural na região norte, após o ataque perpetrado em 24 de março contra a cidade de Palma, a poucos quilômetros dos investimentos da empresa, na península de Afungi.

De acordo com o Centro de Integridade Pública (CIP), os danos vão além da suspensão do trabalho da Total em Afungi, pois há muitas outras empresas na mesma situação, o que terá sérias implicações para o cronograma de implementação do projeto de gás natural liquefeito na bacia do Rovuma.

De acordo com Inocência Mapisse, pesquisadora da CIP, os ataques estão agravando as dificuldades enfrentadas pelas empresas do setor extrativo devido à Covid-19, e elevam o nível de incerteza para a economia em geral.

Segundo os analistas, o eventual apoio das forças da SADC e da União Africana poderia ser mais aconselhável: ‘Não há claramente nada que indique que uma intervenção ocidental seria bem sucedida. Basta olhar para as intervenções que vêm ocorrendo no Oriente Médio, inclusive na Somália’, raciocinou o pesquisador Aslak Orre.

Enquanto isso, a Associação da Polícia de Moçambique solicitou um ‘trabalho rigoroso dos serviços de inteligência militar’ para descobrir possíveis ligações entre membros das Forças de Defesa e Segurança (FDS) e grupos armados em Cabo Delgado.

Também o Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais da Universidade Joaquim Chissano apontou a existência de ‘uma suspeita crescente sobre o vazamento de informações para terroristas’ devido a alegados ‘esquemas de corrupção’ dentro do FDS.

msm/mjm/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.