7 de December de 2021

NOTICIAS

Venezuela pagará fundo Covax para vacinas anti-Covid-19

Venezuela pagará fundo Covax para vacinas anti-Covid-19

Caracas, 20 abr (Prensa Latina) A Venezuela efetivará o pagamento ao Fundo Global de Acesso às Vacinas contra a Covid-19 (Covax), que permitirá o acesso aos medicamentos por meio desse mecanismo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo informes oficiais, mais da metade da contribuição de 120 milhões de dólares solicitada a esta nação sul-americana já foi feita como cota para acessar cerca de 11 milhões de doses de vacinas.

Na véspera, o Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, destacou que foram recursos obtidos com grande sacrifício pelo Estado, libertado do bloqueio graças ao trabalho profissional, científico e técnico do Banco Central da Venezuela.

‘Sem implorar a ninguém, sem acreditar em ofertas falsas e fraudulentas da direita trumpista, a Venezuela com dignidade e com a sua cara direita disse ao sistema Covax: ‘Aqui está o dinheiro’ … ora bem, venham as vacinas’, destacado então o presidente.

Assinalou que também estão sendo obtidos outros financiamentos para continuar as pesquisas e buscar outras vacinas de que o país necessita para realizar seu plano de imunização.

Falando na reunião de alto nível do Conselho Econômico e Social da ONU, o chanceler, Jorge Arreaza, denunciou perante aquele organismo multilateral o desequilíbrio na distribuição de vacinas contra a Covid-19 em todo o mundo.

A aquisição da droga constitui a ponta de lança do esforço global para derrotar a pandemia, disse o Ministro das Relações Exteriores, que descreveu a mercantilização da droga como criminosa, para a qual pediu a implementação de processos de produção e distribuição transparentes e equitativos.

Arreaza também denunciou que a imposição de medidas coercitivas unilaterais por parte dos Estados Unidos prejudica os esforços do Governo Bolivariano para enfrentar a pandemia e dificulta o acesso a medicamentos, insumos e vacinas necessárias no país.

Também agradeceu o apoio de países amigos e aliados estratégicos, como Rússia, China e Cuba, que forneceram vacinas e insumos para o desenvolvimento do plano de imunização gratuito na nação sul-americana.

agp / ycv/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.