6 de December de 2021

NOTICIAS

Protestos no Brasil para a vacinação e alimentação anti-Covid-19

Protestos no Brasil para a vacinação e alimentação anti-Covid-19

Brasília, 20 abr (Prensa Latina) Os movimentos sociais protestarão hoje nas ruas e redes sociais pela vacinação anti-Covid-19 para todos os brasileiros, reivindicar a luta contra a fome e exigir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na chamada, as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, as campanhas Fora Bolsonaro e Renda Básica Queremos, partidos de oposição, centrais sindicais e outras organizações também exigem a ajuda de emergência de 600 reais por mês (US$108).

‘Será o dia nacional de luta e conscientização: vacina no braço e alimento no prato’, escreveu em redes sociais a presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann.

Ela garantiu que ‘movimentos sociais e sindicatos estão unidos na defesa da renda de 600 reais até o fim da pandemia e a rapidez na vacinação.

Somente com a mobilização ganharemos do governo genocida! #ForaBolsonaro’, observou.

O texto do chamado insiste que grupos populares e organizações da sociedade civil continuem com força na mobilização nacional em protesto contra a forma criminosa em que Bolsonaro e seu governo lideram a luta contra a pandemia e o retorno do país ao mapa da fome.

Denuncia que o governo deixou o país na cauda das vacinas em todo o mundo, somando-se à tragédia causada pelo Covid-19 que faz fronteira até hoje com a perda de 375 mil vidas e quase 14 milhões de contágios nesta altura da semana.

Após quatro meses sem receber qualquer ajuda, a nova proposta da administração atende a poucas pessoas, por menos tempo e com uma quantidade que não pode sequer comprar metade de uma cesta básica, o texto especifica.

Diante destes fatos, o convite reitera, a luta nacional pela restituição da ajuda de emergência de 600 reais e a adoção de medidas visando acelerar o processo de vacinação através do Sistema Único de Saúde para toda a população brasileira retorna às ruas e redes sociais.

‘O Brasil ainda está passando por terríveis momentos de crise econômica e de saúde, caminhando a passos largos em direção à marca de meio milhão de mortos devido a Covid-19’, aponta o folheto do dia da luta.

E para conter o massacre dos brasileiros, o documento assegura, ‘pedimos ao Congresso Nacional que tenha sensibilidade social e humanitária, votando e aprovando a ajuda de emergência de 600 reais por mês, até que a pandemia termine’.

agp/ocs/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.