29 de November de 2021

NOTICIAS

Oito em cada 10 alunos na Itália têm tido aulas presenciais

Oito em cada 10 alunos na Itália têm tido aulas presenciais

Roma, 19 abr (Prensa Latina) Com o retorno hoje de 291.000 alunos à sala de aula, há a presença de 6.850.000 dos 8,5 milhões de alunos matriculados em escolas estatais e privadas na Itália, informou Tuttoscuola.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A revista especializada mais credenciada do setor escolar detalha que nesta segunda-feira oito em cada 10 alunos estarão nas salas de aula, ‘quase o objetivo de trazer todos de volta à escola, o que se espera que ocorra em 26 de abril’.

O Decreto Lei 44 aprovado pelo governo permite o retorno à escola também nas zonas vermelhas pela Covid-19 para os pequenos do jardim de infância, primário e primeiro ano do ensino médio.

Todos aqueles que estão voltando à escola hoje, segundo a publicação, pertencem à região da Campania, no sudoeste do país, que deixou para trás a zona vermelha de máximo contágio da Covid-19, de acordo com o sistema de quatro níveis para a aplicação progressiva de medidas, dependendo da situação epidemiológica de cada território.

Um milhão, seiscentas e cinquenta e sete mil crianças, incluindo 390.000 nas regiões sul da Apúlia, Sardenha e Vale d’Aosta (no noroeste), que permanecem na zona vermelha por causa de seus níveis de contágio da doença, continuarão a assistir às aulas sob a modalidade de ensino à distância.

A Tuttoscuola salienta que o objetivo do governo é assegurar a abertura de escolas para todos os alunos, providenciando a presença de todos a partir de segunda-feira, 26 de abril, se as zonas vermelhas o permitirem.

A partir desse dia, as escolas nas zonas amarela e laranja abrirão para aulas presenciais, enquanto as localizadas em áreas classificadas em vermelho serão ensinadas em salas de aula até a oitava série do ensino fundamental e nas escolas secundárias serão pelo menos 50% presenciais, ou seja, alternarão as duas modalidades.

O panorama do território será mais homogêneo, segundo os cálculos de Tuttoscuola, e ele afirmou que o número de estudantes participantes atingirá 84% no Norte, 83% no Centro, 76% nas Ilhas (com uma diminuição devido à Sardenha) e 74% nas regiões do Sul.

As províncias autônomas de Bolzano e Trento em geral confirmam a maior porcentagem de estudantes, com 87 por cento.

jf/smp/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.