7 de December de 2021

NOTICIAS

Jornalista japonês detido em Mianmar é transferido para a prisão

Jornalista japonês detido em Mianmar é transferido para a prisão

Naipyidó, 19 abr (Prensa Latina) A embaixada japonesa nesta capital informou hoje que o jornalista japonês independente Yuki Kitazumi foi preso pelas forças de segurança do Mianmar e transferido para a prisão.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Kitazumi foi preso enquanto o exército procurava a fundo áreas residenciais para prender pessoas relacionadas com os protestos contra o golpe militar.

O jornalista de 45 anos foi preso em sua casa em Yangon, a cidade mais populosa do Mianmar, e acredita-se que tenha sido transferido para a prisão de Insein, embora a missão japonesa em Naiyipdó não conheça as acusações contra ele ou seu estado de saúde.

O primeiro ministro Yoshihide Suga disse segunda-feira que seu governo fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger os cidadãos japoneses no Mianmar.

As autoridades japonesas pediram a seus homólogos do Mianmar que liberassem Kitazumi, disse o secretário chefe de gabinete Katsunobu Kato em uma coletiva de imprensa.

Kitazumi, ex-repórter de um jornal de negócios Nikkei, começou a cobrir os protestos contra os militares do Mianmar imediatamente após o golpe de Estado de 1ú de fevereiro.

mem/gfa/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.