30 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Crise migratória se agrava na fronteira entre Colômbia e Panamá

Crise migratória se agrava na fronteira entre Colômbia e Panamá

Panamá, 19 abr (Prensa Latina) A crise migratória na fronteira entre a Colômbia e o Panamá mantém hoje cerca de 2.700 pessoas presas na província panamenha de Darien, confirmou o Serviço Nacional de Fronteiras (Senafront).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A passagem, alimentação e saúde dessas pessoas é responsabilidade de entidades estatais como os Ministérios da Saúde e Desenvolvimento Social (Mides) e a Secretaria Nacional da Criança, Adolescente e Família (Senniaf), disse Oriel Ortega, diretor da Senafront, em declarações à imprensa.

‘Durante a Semana Santa, houve influxos maciços e até 2.000 pessoas entraram pela fronteira em duas semanas’, disse Ortega, que advertiu que muitos desses migrantes são enganados por membros de organizações criminosas e arriscam suas vidas na perigosa viagem de cinco dias pela selva de Darién.

Ele disse que a presença do pessoal da Senniaf e da Mides se deve ao fato de haver crianças desacompanhadas que chegam à pequena cidade de Bajo Chiquito, em Darien, a bordo de barcos rústicos que atravessam um rio, porque os traficantes de seres humanos aconselham viajar com menores e mulheres grávidas para evitar a deportação.

‘Atravessar a selva com crianças é desumano’, disse o comissário da Senafront, que comparou o engano com o de outros grupos criminosos que aconselham ações semelhantes aos membros das colunas de migrantes que partem para os Estados Unidos do chamado Triângulo do Norte (Guatemala, Honduras e El Salvador).

A vegetação acidentada e as bacias hidrográficas abundantes do chamado Tampão do Darien são, entre outras coisas, a causa de um número desconhecido de mortes ou desaparecimentos dos viajantes, que também são vítimas de agressões e crimes, razão pela qual a Procuradoria-Geral do Panamá está investigando o recente aparecimento de quatro corpos humanos flutuando nas águas de um rio.

Falando ao canal TVN, Ortega disse que a situação atual é semelhante ao que aconteceu em julho e agosto de 2016, quando até cinco mil migrantes estavam concentrados no lado panamenho da linha divisória binacional, tudo com o objetivo de alcançar a fronteira dos Estados Unidos através da América Central.

Desde 2014 até hoje, 111.500 pessoas entraram irregularmente neste país, passando pela selva de 226 quilômetros de extensão da fronteira colombiano-panamenha, onde não há rota segura para este trânsito, mas apenas trilhas e rios no meio de uma selva densa com vegetação exuberante e animais silvestres.

No início de abril, um relatório do escritório para a América Latina e o Caribe do Fundo das Nações Unidas para a Infância revelou que, desde 2017, o número de crianças que cruzaram o Tampão de Darién para os Estados Unidos, sozinhas ou acompanhadas, cresceu de 109 para 3.956 em 2019, um número que caiu para 1.653 no ano passado.

jf/orm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.