30 de November de 2021

NOTICIAS

Tenistas de mesa cubanos felizes com qualificação para Tóquio 2020

Tenistas de mesa cubanos felizes com qualificação para Tóquio 2020

Por Maylín Vidal
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Buenos Aires, 18 abr (Prensa Latina) A cubana Daniela Fonseca ainda hoje não assimila sua dupla classificação às Olimpíadas de Tóquio 2020 em uma disciplina que adora, o tênis de mesa, e que a aproxima desse sonho de criança.

A cidade argentina de Rosário foi um golpe de sorte para esta jovem, que com apenas 18 anos conseguiu a primeira passagem desta modalidade para o seu país após 21 anos de ausência no torneio de cinco ringues e repetiu um feito com o seu companheiro Jorge Moisés Campos em duplas mistas.

O empurrão que lhe deu a vitória de simples quando venceu por 4 a 3 para a mexicana de origem cubana Yadira Silva, derrubou com a força de sua raquete ao lado de Campos em um dia muito emocionante na véspera, primeiro quando derrotou nas semifinais da eliminatória latino-americana. 4-0 para seu similar do Brasil.

Em seguida, ele coroou e levou a cota final para Tóquio em mista contra os oponentes chilenos Paulina Vegay e Juan LaMadrid.

‘Foi uma experiência única com apenas quatro torneios internacionais disputados. Não acredito, era um sonho que desde os meus 12 anos estar nos Jogos Olímpicos’, disse Fonseca com exclusividade ao Prensa Latina minutos após a sua vitória.

Não foi fácil. Só para chegar à Argentina, Daniela, junto com seus colegas da delegação da ilha caribenha, fez um vôo de 60 horas com escala em quatro países, mas esta foi apenas uma viagem de tudo o que viveu nos últimos meses.

Fonseca disse que tem sido uma preparação muito difícil, parar de treinar por causa da pandemia, ficar quase nove meses sem treinar e ser motorizado desde 5 de fevereiro passado até hoje para poder estar em Rosário.

Eu não assimilo. Fiz uma promessa em Cuba de que me qualificaria e estaria em Tóquio e essa promessa agora está sendo cumprida na Argentina, disse a jovem.

Visivelmente emocionada, a atleta cubana ficou muito feliz com o desempenho e também do companheiro Campos, que chegou às três finais.

‘Finalmente conseguimos agora, nós dois juntos, sou grata por este torneio’, disse ela após expressar sua alegria por esta experiência em um país, a Argentina, onde conheceu pessoas maravilhosas.

Com os dois bilhetes em mãos, Fonseca regressa a casa com a delegação cubana para mais uma longa viagem, mas feliz e já a pensar na estreia nas Olimpíadas, onde espera dar tudo.

msm / may / db

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.