2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Anulação de sentenças de Lula dá credibilidade à justiça brasileira

Anulação de sentenças de Lula dá credibilidade à justiça brasileira

Brasília, 16 abr (Prensa Latina) A defesa de Luiz Inácio Lula de Silva considera hoje que a decisão do Supremo Tribunal de ratificar a anulação das sentenças do ex-presidente restaura a credibilidade da justiça brasileira.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em nota, os advogados do ex-governador qualificam como histórica a determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) que, em uma votação de oito votos a três, confirmou ontem a incompetência da Justiça Criminal de Curitiba para julgar e condenar Lula.

Segundo a equipe jurídica, tal incapacidade foi ‘afirmada por nós, advogados do ex-presidente, desde a primeira declaração escrita apresentada em Curitiba em 2016 e sustentada em todas as instâncias do Poder Judiciário até chegar ao Supremo Tribunal Federal’.

Com a determinação do tribunal superior, Lula recuperou oficialmente seus direitos políticos e pode participar da disputa pela presidência nas eleições de 2022.

Nesse sentido, a presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, também considerou a votação um dia histórico.

O STF ‘confirma os direitos de Lula! Dia histórico. Demorou, mas chegou’, escreveu Hoffmann nas redes sociais.

Comunicou que ainda há muitas ações a serem tomadas, mas a incompetência do ex-juiz Sérgio Moro foi o passo fundamental para isso, o primeiro pedido da defesa.

Em sua primeira entrevista após o STF reconhecer a incompetência do público curitibano, Lula denunciou o interesse dos Estados Unidos em sua condenação, promovida por Moro.

Essa tese ganhou força nas últimas semanas depois que o jornal francês Le Monde denunciou a proximidade do ex-magistrado com o Ministério Público do país do norte.

‘Lawfare (guerra legal) é o uso do Poder Judiciário para processos políticos. Isso aconteceu com Cristina (Kirchner) na Argentina, com (Rafael) Correa no Equador, com (Evo) Morales na Bolívia’, disse o ex-presidente em uma entrevista com a televisão argentina C5N, ampliada pela mídia local.

No caso do Brasil, alertou, ‘o mais grave é que havia interesses do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, das petroleiras americanas, dos empreiteiros americanos … Queriam destruir a indústria de petróleo e gás’.

‘Aquele processo foi uma grande mentira, desde 2016 meus advogados mostraram que é uma farsa. Na verdade, o motivo do meu processo foi um PowerPoint usado pelos meus acusadores. Fui condenado por fatos indeterminados. Eles fizeram isso para me tirar de lá das eleições de 2018 ‘, certificou.

mem/ocs/kl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.