6 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Plano de Biden sobre as tropas americanas no Afeganistão é criticado

Plano de Biden sobre as tropas americanas no Afeganistão é criticado

Washington, 15 abr (Prensa Latina) O plano do Presidente Joe Biden de retirar completamente as tropas americanas no Afeganistão até 11 de setembro está enfrentando críticas de vários setores.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na opinião daqueles que se opõem às intenções do presidente, Washington está abandonando o governo afegão e fortalecendo os terroristas.

Nessa data, passarão 20 anos desde que os ataques às Torres Gêmeas em Nova York e outros locais americanos levaram Washington a lançar o que chamou de ‘guerra ao terror’.

Vamos ajudar nossos adversários a comemorar o 20ú aniversário dos ataques de 11 de setembro, embalando o país de presente, disse o Líder da Minoria Republicana no Senado Mitch McConnell.

Os oficiais da inteligência dos EUA dizem que os Talibãs estão confiantes de que podem alcançar uma vitória militar.

Eles também acreditam que os grupos criminosos internacionais instalados no Afeganistão não representam uma grande ameaça para os Estados Unidos após anos de pressão constante.

No dia anterior, como adiantado 24 horas antes por um alto funcionário que pediu anonimato, Biden disse em um discurso na Casa Branca que é hora de terminar a guerra mais longa dos EUA com quase duas décadas de duração.

Segundo o presidente, a retirada, que está programada para começar em 1ú de maio, será realizada sem pressa, de forma responsável e em coordenação com os aliados de seu país.

Ele enfatizou que responderá com todas as ferramentas à disposição a qualquer ataque do Talibã, que instou Washington a deixar o Afeganistão antes da última data mencionada, como prometido por Donald Trump, antecessor de Biden.

Ele também comentou que esta guerra, que deixou quase 2.500 americanos mortos, conseguiu impedir que a nação asiática fosse usada como base a partir da qual atacar os Estados Unidos novamente.

Atingimos esse objetivo, dissemos que seguiríamos Osama bin Laden até os portões do inferno se necessário e foi exatamente isso que fizemos, acrescentou ele.

Desta forma, Biden lembrou seu tempo como vice-presidente no mandato de Barack Obama (2009-2017), que não cumpriu sua promessa de retirar as tropas americanas do solo afegão.

De acordo com dados oficiais, os Estados Unidos têm atualmente 3.500 soldados no Afeganistão, enquanto a Organização do Tratado do Atlântico Norte, que também anunciou ontem a retirada de 1ú de maio, e os aliados de Washington mantêm outros 7.000 soldados.

jf/dsa/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.