18 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Portugal reivindica história e linguagem dos sinos

Portugal reivindica história e linguagem dos sinos

Lisboa 14 Abr (Prensa Latina) A Universidade de Évora, em Portugal, organiza hoje um fórum online sobre a história e a linguagem de um dos instrumentos mais antigos do mundo: o sino, em defesa do património cultural do país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O objetivo da iniciativa é também a comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, no dia 18 de abril, e reúne estudiosos dessa paisagem sonora e forma de comunicação essencial desde o século XII.

A agenda inclui uma palestra telemática no dia 16 com especialistas portugueses e brasileiros sobre a tradição dos sinos na nação ibérica e que vão defender a proteção dos sinos que marcaram os ritos litúrgicos, avisados de mortes, ameaças e proximidade do inimigo.

O toque manual deste instrumento constitui Patrimônio Imaterial Nacional no Brasil em 2009 e na Espanha desde 2019, este último país de onde vieram as fundições que trabalharam em Portugal.

A história refere-se ao fato de, após o período de nacionalização, o estado português produzir os seus próprios sinos e, segundo dados oficiais, existirem 650 dos considerados históricos, entre eles o da Sé de Évora, em funcionamento e com mais de 700 anos de história. Antiguidade.

Além disso, há lendas populares como a ligada à fabricação do ‘sino do milagre’, na comunidade autônoma espanhola de Aragão, a partir das 30 moedas pelas quais Judas traiu Jesus Cristo.

ga/dgh/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.