28 de November de 2021

NOTICIAS

Obrador pede que se acalme diante da atitude do instituto eleitoral

Obrador pede que se acalme diante da atitude do instituto eleitoral

México, 14 abr (Prensa Latina) O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, pediu hoje à calma ante a decisão do Instituto Nacional Eleitoral (INE) de retirar as candidaturas a governador de dois candidatos do partido governista Morena.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na sua conferência de imprensa matinal no Palácio Nacional, ridicularizou a atitude do INE, que, por diferença de um único voto, decidiu aplicar a pena máxima à violação pouco grave de atraso na declaração de rendimentos da campanha eleitoral de menos de mil dólares, o que teria sido resolvido com multa.

No entanto, o INE partiu para a tremenda e retirou do registo os candidatos a governadores de Guerrero Félix Salgado Macedonio, e de Michoacán Raúl Morón, ambos pelo partido criado por López Obrador, que favorece organizações políticas de oposição.

O presidente esclareceu que esta decisão do INE não é a última palavra, visto que o processo deve regressar ao Tribunal Eleitoral e disse que a resolução que estes magistrados tomarem deve ser respeitada no sentido de que possa haver sanção para a infracção que não implicam necessariamente a adotada pelo instituto.

Se formos ao fundo do que é democracia, disse ele, devemos admitir que quem manda é o povo, não as instituições, e isso é o que deve ser aplicado no caso de ambos os candidatos.

Por que impedir que as pessoas decidam? Por que não é o povo de Guerrero e Michoacans quem decide? Será que o povo não pode qualificá-los, desaprová-los ou elegê-los? O presidente se perguntou.

O INE é um dos institutos mais criticados do país e é creditado pela longa história de fraudes eleitorais que tradicionalmente se cometem no México há muitos anos, a mais notória sob os governos de Vicente Fox e Felipe Calderón.

Entendo que existam posições conservadoras de quem tem incentivado tais eventos, disse López Obrador, destacando que são tenazes violadores da Constituição e das leis e aplaudidores da fraude eleitoral, embora agora se apresentem como seus defensores.

ga / lma/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.