6 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Esperam uma decisão justa do Supremo Tribunal Federal no caso Lula

Esperam uma decisão justa do Supremo Tribunal Federal no caso Lula

Brasília, 14 abr (Prensa Latina) Uma decisão justa seria a de o Supremo Tribunal Federal do Brasil aceitar hoje o veredicto sobre a incompetência do tribunal de Curitiba e manter a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Foi o que disse Tânia Oliveira, membro da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), sobre o julgamento de quarta-feira no Supremo Tribunal Federal a respeito da decisão do juiz Edson Fachin, que invalidou as sentenças contra Lula e restaurou seus direitos políticos.

Falando ao site Jornalistas Livres, Oliveira disse que a audiência também pode rejeitar o recurso de suspeita de parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro, a fim de respeitar a decisão da segunda câmara do Supremo Tribunal Federal.

Explicou que o habeas corpus decidido por Fachin, que declarou a incompetência da 13ª Vara Federal da cidade do sul de Curitiba, será julgado.

A sentença anulou quatro ações criminais contra Lula, ordenou que ele fosse enviado de volta a Brasília para recomeçar ao receber a acusação, e extinguiu 14 ações no Supremo, incluindo o habeas corpus que declarou Moro como suspeito.

Para o advogado da ABJD, se os 11 ministros aceitarem plenamente a decisão de Fachin, o fundador do Partido dos Trabalhadores (PT) ‘continua elegível, as ações criminais são retomadas em Brasília em uma das duas cortes federais, mas anula a decisão de suspeita de Moro’.

Caso contrário, ele advertiu, ‘Lula se torna inelegível novamente, por causa da condenação no caso do cerco de Atibaia. Todas as ações, exceto o caso do apartamento triplex no Guarujá, voltam à sua validade e retornam a Curitiba’.

Oliveira previu que no julgamento poderá haver debates sobre questões processuais sobre o poder da câmara e do plenário, e não discutir o conteúdo principal.

O acesso ao arquivo do caso também poderia ser solicitado e a sessão poderia ser adiada.

O site Brasil 247 relatou que o julgamento no Supremo está causando apreensão entre os principais líderes do PT.

Teme-se que a liminar seja mantida, mas, ao mesmo tempo, futuros debates sobre a arbitrariedade da Moro perderão objeto, como argumentou Fachin.

Neste caso, Lula manteria seus direitos políticos, mas estaria aberto à possibilidade de novas condenações, especialmente no caso do site de Atibaia, e se retiraria novamente da corrida presidencial em 2022.

Somente se Moro no futuro for considerado suspeito, como aconteceu no caso do Guarujá, todas as provas possíveis no processo serão anuladas.

O Comitê Lula Livre denunciou que o ex-presidente continua sendo vítima de perseguição, que usou o sistema de Justiça para tentar torná-lo politicamente inviável.

mgt/ocs/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.