30 de November de 2021

NOTICIAS

EUA anunciam aumento de tropas na Alemanha

EUA anunciam aumento de tropas na Alemanha

Washington, 13 abr (Prensa Latina) O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, anunciou hoje que seu país aumentará o contingente militar na Alemanha em 500 militares, suspendendo os planos do ex-presidente Donald Trump de reduzir esse contingente.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo nota publicada no site do Pentágono, Austin fez a declaração em Berlim, após se encontrar com o seu homólogo alemão Annegret Kramp-Karrenbauer, que respondeu que esta disposição dos EUA é ‘um forte sinal’ do estado das relações bilaterais.

Austin disse que as unidades suplementares ‘irão fortalecer a dissuasão e defesa na Europa, melhorar nossas habilidades existentes para prevenir conflitos e, se necessário, lutar e vencer’.

A decisão anunciada pelo chefe do Pentágono surge em meio a reclamações da Rússia sobre um aumento das atividades bélicas de Washington e seus parceiros na aliança atlântica perto de suas fronteiras, o que segundo Moscou constitui uma ameaça à sua segurança nacional.

Em fevereiro passado, o presidente dos EUA, Joe Biden, suspendeu a retirada das 12.000 tropas da nação do norte da Alemanha, ordenada por seu antecessor, Donald Trump, e ordenou que o Departamento de Defesa conduzisse uma revisão de como enviar as forças dos EUA por todo o país.

A mudança interrompeu um projeto do governo Trump, que muitos especialistas em segurança nacional consideraram punitivo, de trazer algumas tropas americanas da Alemanha para casa e mover outras unidades para a Bélgica e Itália.

Essa disposição irritou os líderes europeus aliados de Washington e os legisladores democratas e republicanos, que veem a presença de tropas americanas na Europa, e especialmente na Alemanha, como a pedra angular da ordem pós-Segunda Guerra Mundial, observa o jornal The New York Times.

Em retaliação às disputas comerciais e após considerar insuficientes os gastos de Berlim com suas forças armadas, Trump relatou em junho passado que reduziria o número de soldados em solo alemão.

O plano do ex-governante republicano também incluía a transferência do Comando Europeu das Forças dos Estados Unidos de Stuttgart, Alemanha, para a Bélgica.

Em território alemão, uma das maiores concentrações das forças armadas dos EUA foi tradicionalmente implantada no exterior e agora hospeda 87 instalações militares com 33.948 militares da nação do norte em serviço ativo.

Trump entrou em confronto repetidamente com a chanceler alemã Angela Merkel, acusando as autoridades de Berlim de aproveitar a aliança da OTAN para evitar gastar 2% de seu produto interno bruto na defesa.

mem/rgh/kl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.