28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Tribunal Constitucional da Guatemala assumirá com grandes desafios

Tribunal Constitucional da Guatemala assumirá com grandes desafios

Guatemala, 12 abr (Prensa Latina) Poucas horas depois de um novo Tribunal Constitucional (CC), o Congresso convocou hoje a posse de seus magistrados em 14 de abril, em um contexto adverso para a justiça na Guatemala.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Diario de Centro América publicou nesta segunda-feira o Decreto 3-2021 e o Acordo 11-20221 para a integração do CC (2021-2026), que terá como manchetes Gloria Porras, Vásquez, Dina Ochoa, Roberto Molina e Leyla Lemus.

Os magistrados foram eleitos em nome dos três órgãos estaduais, a Universidade de San Carlos de Guatemala e a Ordem dos Advogados, mas a polêmica ainda marca suas nomeações devido a processos de contestação em andamento, como o de Vásquez.

Um dos maiores desafios para os membros deste CC será demonstrar independência dos órgãos que os nomearam; No entanto, analistas e a sociedade civil acham que esperar por isso é ingênuo em meio às constantes denúncias de politização da justiça.

Na opinião de José Echevarría, presidente do Movimento Cívico Nacional, os próximos magistrados ‘não devem mostrar qualquer favor às entidades que os nomearam porque os deputados foram ouvidos dizendo que são seus representantes e não só isso é errado, mas é uma visão perigosa. ‘

Essa independência não deve ser apenas de quem os nomeou, mas de qualquer grupo do poder político e do crime organizado, frisou.

‘Devem estar afastados ou separados das práticas e atividades políticas partidárias que geram aplausos ou reconhecimento público de determinados setores para não prejudicar a legitimidade de suas resoluções e a construção de sua confiança’, acrescentou.

Oswaldo Samayoa, advogado e pesquisador do Center for Guatemala Studies, tem critério semelhante, mas vai além ao relembrar o princípio inglês de que ‘o sistema de justiça não deve ser apenas independente, deve também parecer independente.

‘O problema é que este tribunal não parece independente’, disse Samayoa, lembrando que Lemus, advogado eleito pelo presidente Alejandro Giammattei e seu gabinete, é a mulher de confiança do presidente e provou isso sendo o Secretário-Geral da Presidência.

Mesmo sua nomeação mais uma vez confrontou o vice-presidente Guillermo Castillo com Giammattei, uma discordância que foi divulgada publicamente por meio de canais do governo.

Samayoa lembrou que os ministros Molina, como titular do Supremo Tribunal de Justiça, e Rosales, como suplente do Congresso, têm uma clara empatia com o ex-deputado e aspirante à presidência Zury Ríos, filha do ex-general Efraín Ríos Montt.

‘Eles devem nos mostrar uma atitude de extrema ética e não consentir com qualquer abuso do presidente ou da legislatura’, disse ele.

O CC concentra o seu trabalho em três áreas: interpretar a constituição, conhecer a proteção no quadro da norma para que os poderes do Estado não cometam qualquer inconstitucionalidade e gerar doutrina estabelecendo precedentes.

Analistas concordam que o tribunal cessante criou jurisprudência em suas resoluções a favor dos povos indígenas, da exploração dos recursos naturais e das tentativas de abuso dos poderes do Estado, por isso muitas de suas decisões geraram confronto com os poderes do Estado e do Supremo Corte de Justiça.

O processo da Ordem dos Advogados e Notários da Guatemala foi o mais convulsivo devido à prisão de seu primeiro candidato, Estuardo Gálvez (caso das Comissões Paralelas). Por fim, no segundo turno das urnas, Vásquez venceu, embora aparentemente ainda não vá ocupar o cargo devido às eliminações contra ele, o que também impede a suplente Claudia Paniagua.

Outra eleição acirrada teve a Universidade de San Carlos, pois após 12 rodadas de votação o Conselho Superior da Universidade decidiu que a atual reitora Porras continuará no CC e será seu terceiro mandato.

A apenas dois dias da posse e com o supremo desafio da independência judicial, tudo aponta para o fato de que apenas oito dos 10 magistrados serão renovados (cinco efetivos e igual número de suplentes), decisão do Congresso também bastante contestada e até considerado ilegal.

mem / mmc / db

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.