Sudamérica

Buenos Aires, 27 jul (Prensa Latina) O Prêmio Nobel da Paz argentino Adolfo Pérez Esquivel pediu hoje aos movimentos sociais e às esquerdas que se unam para avançar para os caminhos da libertação.


Buenos Aires, 27 jul (Prensa Latina) O Prêmio Nobel da Paz argentino Adolfo Pérez Esquivel pediu hoje aos movimentos sociais e às esquerdas que se unam para avançar para os caminhos da libertação.


Caracas, 27 jul (Prensa Latina) A Secretaria Operativa dos movimentos sociais da Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA) anunciou para amanhã um grande tuitazo em apoio ao processo constituinte do povo venezuelano.


Brasília, 27 jul (Prensa Latina) Atlético Paranaense e Grêmio se enfrentarão hoje em Curitiba em uma partida que definirá o último semifinalista da edição 2017 na Copa Brasil, de futebol.


La Paz, 27 jul (Prensa Latina) O ministro de Energias da Bolívia, Rafael Alarcón, informou que seu país e Brasil gerenciam hoje com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) o financiamento para projetos de interconexão de energia elétrica.


La Paz, 27 jul (Prensa Latina) A literatura se destaca hoje como uma ponte para unir os povos da América Latina e, com essa premissa, a XXII Feira Internacional do Livro de La Paz convida escritores da região.


Caracas, 27 jul (Prensa Latina) Uma megamarcha de venezuelanos que apoiam a Assembleia Nacional Constituinte (ANC) ocupará quatro importantes vias arteriais desta capital, para reafirmar seu apoio à paz e à busca de um diálogo nacional.


Piñar del Rio, Cuba, 26 jul (Prensa Latina) Cuba reitera sua invariável solidariedade com Venezuela e reclama o respeito à soberania e autodeterminação dessa nação, assinalou hoje o vice-presidente cubano José Ramón Machado Ventura.


Brasília, 26 jul (Prensa Latina) Michel Temer, Eduardo Cunha e Aécio Neves, os artífices do golpe parlamentar-judicial perpetrado contra a presidenta constitucional Dilma Rousseff, são hoje os políticos mais recusados no Brasil, segundo revelou uma pesquisa da empresa Ipsos.


26 de julio de 2017, 10:11Caracas, 26 jul (Prensa Latina) O povo venezuelano continuou hoje sua rotina habitual de trabalho e estudo, apesar da greve cívica de 48 horas convocado pela opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) contra a Assembléia Nacional Constituinte (ANC) e como parte de sua agenda de Estado.


Caracas, 26 jul (Prensa Latina) O povo venezuelano fechará amanhã quinta-feira com uma megamarcha, a campanha eleitoral com vista às eleições de 30 de julho para escolher aos membros da Assembleia Nacional Constituinte (ANC), divulga hoje a imprensa nacional.